sexta-feira, 23 de julho de 2010

De mãos dadas....

Queridos leitores, é bom dividir com vocês tudo isso. Eu já escrevi isso, mas é que é sempre bom escrever de volta.
Lá fora cai uma chuvinha fina que serve para embalar o sono da minha princesa (e o de vocês também!) e enquanto isso, estou eu aqui a pensar com meus botões sobre tudo, todos, e principalmente: sobre ela.
Há quem diga que vivemos ou queremos ostentar uma relação perfeita, um casal modelo, blá-blá-blá. Mas poucos sabem o que enfrentamos para chegar aqui, e o que ainda estamos enfrentando, e nem tudo contamos para os outros. As vezes, as lágrimas são testemunhas.
Eu tenho acompanhado a história da minha pré-noiva e ela a minha, e juntos temos nos dado as mãos para enfrentar juntos nossas crises, combates e barreiras. Não cabe aqui contar em detalhes nossos problemas, porque afinal, quem nos conhece sabe do que estamos falando, mas vale a pena ressaltarmos COMO enfrentamos essas barreiras.
Aprendemos a duras penas que certas coisas precisamos viver na intimidade de nossa relação. Tem horas que é dificil segurar o choro, e aprendemos a confiar um no outro, a ponto de chorarmos para o outro, porque no final Deus sempre inspira que alguém diga algo engraçado e tudo termine bem.
Para vocês terem uma ideia, hoje a Bru ficou brava comigo, e tadinha, não foi de propósito. Mas me apertou o coração o jeitinho com o qual ela me pediu desculpas depois... E de verdade, eu nem achei que precisaria desculpá-la de algo! Pude contemplar um verdadeiro tesouro hoje, de perceber que alguém se preocupa tanto comigo, a ponto de me ligar para pedir desculpas!
A Bru e eu vivemos um momento de maturidade em nossa relação, e graças ao bom Deus, aprendemos a conversar, a confiar, a ceder, a amar sem medida... e sabem qual a raiz disso tudo? SONHAR. Conjugar juntos este verbo nos faz estar unidos, em uma comunhão perfeita (de nós com Deus!) a ponto de olharmos fixamente para o mesmo objetivo, e através de nossos sonhos, vislumbrarmos o projeto que Deus quer de nós! Queremos viver mais que um simples namoro, queremos confirmar um chamado que Deus nos faz todos os dias, a amar e se entregar da forma mais pura e desinteressada que é possível fazer: confiar nossa alma ao nosso amado.

Façam isso pessoas! Amar vale a pena!

3 comentários:

Adeline disse...

"Amar vale a pena..."

Bruna Bloinski disse...

Te quero sempre feliz... Mesmo quando fico brava.
Eu não sei ir longe sem estar de mãos dadas com você!
AMAR VALE A PENA!

Ray disse...

Essa foto foi uma das fotos que eu achei bem interessante...
Me tocou bastante porque ficar de mãos dadas com meus irmãos mãe pai,vó primas,amiguinhas sempre foi tão maravilhoso pra mim!
Falando da postagem;Lindissima!
ABRAÇO!
amo vocês!