terça-feira, 31 de agosto de 2010

O que também me encanta nele

Qual mulher não sonha com um homem que lhe trate como uma princesa? Que lhe ofereça rosas, que lhe abra a porta do carro, que puxe a cadeira para ela sentar, que não grite com ela, que a leve pela mão? Todas sonhamos, é verdade! E, mais que isso, todas merecemos porque fomos feitas para sermos tratadas assim, afinal, a delicadeza é uma característica muito nossa.

O problema é que o mundo está um pouco bagunçado e, talvez, a gente nem tenha reparado. Uma vez escrevi no meu blog pessoal (que, por sinal, está um pouco abandonadinho e com promessas de retorno) sobre o desuso do cavalheirismo. É uma prática que, um dia, foi comum, mas que hoje é tão rara quanto a fidelidade, o compromisso, o respeito. Uma pena que seja assim!

Mas eu não posso reclamar, queridos leitores! Tenho um gentleman comigo. Sem querer paparicar e jogar confetes no meu amado namorado, ele é sim um modelo de cavalheiro. Desde o primeiro dia em que saímos juntos ele abre a porta do carro pra mim, ele puxa a cadeira pra mim, ele é gentil. Ele me dá uma rosa (duas, doze ou mais) quase que uma vez por semana e sabe ouvir e respeitar não só a mim como a todos que estão à volta (inclusive bruxas, né, amor?). Ele me trata como uma princesa e isso me encanta porque é maravilhoso ter do lado alguém que te ama e te respeita do jeito mais bonito. 

Eu me orgulho de ter esse namorado, me orgulho do seu jeito tradicional de ser galante e me conquistar, me orgulho porque ele é diferente do que tenho visto e tão igual ao que eu sonhei!


segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Um padrinho com comentários!

Hoje estou aqui para dar continuidade à série de posts sobre pessoas importantes que farão parte do momento mais importante da minha vida e da Bru: nossos padrinhos de casamento. E como na semana passada a Bru escreveu sobre a Madrinha Adeline, hoje vou escrever sobre seu querido esposo e nosso padrinho William.

Olha, eu conheci o William antes mesmo dele conhecer a Ade... É que assim, a nossa amizade vem um pouco antes disso tudo. Tive o privilégio de torcer pelos dois por ocasião da peregrinação em que eles começaram o namoro... Também conheci um pouco o comecinho dessa linda história, que hoje foi coroada com 2 lindas princesas...

O Ervílio, como as vezes chamo ele, é um cara doce, amigo, irmão... Eu confio muito nele, e sinto por não poder estar mais vezes em Curitiba pra conversar com ele. Ele é paciente, é atencioso, um ótimo pai  e esposo, e como já disse, excelente amigo.

Nem é questão de bajular e dizer que ele é perfeito e blá blá blá. É questão de dizer que o mesmo William, filho da Nancy e do Jair, tem (muitos!) irmãos maravilhosos e hoje a sua familia (com a Ade, a Ju e a Clarinha), dão continuidade a essa maravilha toda que só Deus pode fazer na vida de alguém.

Por admirar tudo isso no padrinho William, quando se casaram presenteei os dois com um ícone da Sagrada Família, e fico muito feliz por saber que aquele ícone reflete exatamente o que mais me fascina no padrinho: seu amor, sua dedicação e seu zelo pelo chamado que um dia eu vi ele dizer sim (no altar, e na calçada - ele vai entender...) e que hoje me serve de modelo para construir a minha família.

Reze por nós, padrinho! Você tem uma importância enorme em nossa vida e vocação!


NOTA DO AUTOR: No decorrer de nossa história, tivemos mudanças nas escolhas dos padrinhos, mas decidimos manter a postagem original.

domingo, 29 de agosto de 2010

"Se enxerga...!"

Vocês já pararam para pensar que o nosso amor consegue enxergar a gente, melhor do que a gente mesmo?

Estive olhando a contagem para o nosso casamento, e me dei conta que falta pouco... Pode parecer estranho falar isso, até porque são 803 dias... Mas parei para pensar que nestes dias que faltam, muitas coisas eu ainda preciso mudar para que possa receber a Bru como minha esposa.

Não sei vocês queridos leitores, mas no começo do namoro, eu não sabia lidar com as diferencinhas e com aquelas coisas que parecem tão difíceis. Mas hoje, mesmo sabendo que muito tenho que mudar ainda, vejo que mulher maravilhosa Deus colocou na minha vida.

É verdade, ela consegue me enxergar muito melhor do que eu mesmo. E tudo o que ela diz para mim, de fato, é verdade e tem toda razão. As pessoas podem pensar que vivemos um romance lindo e que nunca discutimos ou brigamos. Ao contrário, a gente discute e briga, e quase sempre isso acontece nesses momentos que não enxergo direito quem eu sou e me perco.

Eu falo de mim porque é assim que eu vejo as coisas. Naqueles momentos que estou sozinho, que estou com os meus pensamentos, começo a refletir sobre tudo que ouço dela, e a frase final sempre acaba sendo: "ela tem razão..." Mas nós homens somos cabeças-duras e sempre achamos que do nosso jeito é melhor e tal... E não é por aí...

A Bru é maravilhosa, em todos os sentidos. Eu já disse isso aqui em outras oportunidades, mas ela não sabe amar pela metade. Ela ama por inteiro, e reconheço que ela sofre por isso. Mas não canso de agradecer a Deus por me dar alguém que disposto a amar sem medida, com uma abertura total, sem medo de se arrepender...

Peço a Deus que me dê a graça de corresponder a esse amor, do jeito que ele merece... E que me ajude a mudar no que for preciso para recebê-la dignamente como esposa no dia 10 de novembro de 2012!

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

O nosso amor em nossos filhos

A Bru e Eu vamos casar. Vocês podem pensar: "nossa, sério?" Hehehe... Calma, calma. É que eu precisava dizer esta frase para dar continuidade na conversa nossa de hoje.
Sempre esteve presente nas nossas conversas íntimas de namorados o assunto filhos. Primeiro porque sabemos que os frutos de um amor são concretamente essas coisinhas fofas que dá vontade de encher de mordidas... E depois, sabemos também que através de nós, Deus quer dar ao mundo, criaturas adoráveis e que certamente vão contribuir para que a criação Dele seja ainda mais perfeita.
Sonhamos muito com esses bebês que virão, e em cada criança que avistamos, tentamos enxergar um traço que possa nos dar ideia de como serão nossos filhos. Alguns deles já tem nomes, e quando vierem ao mundo, poderemos contar para eles que muito antes de serem gerados, já eram esperados e muito amados. Contaremos isso para a Maria Eduarda, para o João Pedro, para o Eduardo Gabriel... Contaremos para estas lindas criaturinhas que por enquanto, estão apenas em nosso coração, e certamente no coração de Deus.
A Bru e eu acreditamos firmemente que viveremos ainda mais o nosso casamento, quando chegarem os pimpolhos. Acreditamos também que eles virão no tempo certo... É claro que sonhamos e queremos muito que venham logo... Mas quando vierem, serão muito bem-vindos, e todos vocês amigos do blog já estão convidados para virem dar uma espiadinha no bebezinho que será a junção definitiva de nosso ser e de nossa alma!

Nosso enxoval

Que emoção!!!! Comprei hoje as primeiras pecinhas do meu enxoval! Estou feliz e animada porque agora já comecei a cuidar disso, ainda que devagarzinho. Comprei dois panos de prato maravilhosos... Muito fofos! Que mais parecem itens de decoração. São esses aqui:


Me apaixonei pelos detalhes e por serem tão delicados. Como disse a amija que me vendeu, acho que eles tem mesmo a minha cara. Eu sei que é algo muito pequenininho, mas imagino que toda mulher fique feliz qunado começa a escolher as coisinhas que vão fazer parte da SUA casa. Eu não vejo a hora de poder arrumar nosso cantinho do jeito mais fofo e cuidadoso. Mas enquanto não é hora, fico sonhando e escolhendo esses pequenos detalhes que já dão um gostinho de quero mais.

Estou feliz, queridos leitores. Sonhar tem valido muito a pena e não canso de repetir que o amor é o sentimento que tem me movido no meio de tanta correria.

Espero que gostem da "novidade". Logo que cheguei em casa com os paninhos, já vim aqui mostrar para vocês e inaugurar a tag ENXOVAL!!!!!!

Até logo, queridos!

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Selinho pra quem sonha com a gente

Como eu prometi, estou aqui de volta!!!

Primeiro, quero comentar a postagem que meu amor escreveu hoje. (Não leram ainda? Passem aqui!)

Achei muito bonito da parte dele o que escreveu, afinal, é maravilhoso perceber que a pessoa gosta de caminhar lado a lado com você. Eu faço o tipo de namorada (filha, irmã, amiga...) preocupada. Gosto de ver quem eu amo bem e, quando diz respeito ao meu amor, o cuidado é ainda maior. O Jorge não confia muito na sua capacidade, sempre acha que não vai dar certo. E eu sou teimosa e fico o tempo todo repetindo que ele vai conseguir. Não errei até agora com ele e fico feliz por saber que consigo ser um pouco do impulso que ele precisa para seguir, afinal, caminharemos juntos "até pra sempre!"

Mas a razão principal desse post é presentear algumas leitoras queridas com o nosso selinho. Vamos começar uma "nova rodada", como o selinho que fizemos do nosso cantinho. Regras? Acho que não teremos... Mas a sugestão é: quem ganha o selinho escreve uma postagem com o título "Por que sonhar vale a pena?". Depois de escrever, presenteia 7 blogueiras (já sabem porque do número, né?! hehehe) e, assim, além de colorirmos nossos blogs, vamos ajudar aqueles que talvez não encontrem motivos pra sonhar...

O selinho é este aqui:


Vamos presentear os seguintes sonhadores:


Esperamos que vocês gostem e não esqueçam da promoção!!! =D

Ela me faz chegar longe!

Tem uma coisinha que eu preciso dizer sobre a Bru. É bem possível que eu já tenha dito, ou ainda os que convivem comigo talvez já tenham escutado. Mas hoje eu preciso dizer uma coisinha muito importante sobre ela:

A Bru me faz chegar longe.

Vocês já se depararam com uma situação, onde você não tem muitas coisas favoráveis... E de repente uma estrelinha se acende no seu céu, e te faz ir longe? É assim comigo e com ela. Tenho enfrentado muitos desafios na minha vida, pequenos até perto dos que ela enfrenta todos os dias. Mas ela sempre está do meu lado, me encorajando e dizendo pra eu seguir em frente.

A Bru tem esse dom. De motivar, de fazer seguir em frente, de fazer a gente acreditar e ter forças! Eu não sei de onde vem tanta energia boa, mas ela consegue... E é maravilhoso saber que tenho alguém do meu lado que acredita em mim, e mesmo quando tudo parece contra... Ela continua acreditando...

As vezes não sei como fazer para retribuir tanto apoio e a amor que ela me concede... Mas de verdade, eu sei que esse carinho enorme que ela tem pelos que ela ama, vem de Deus e vem de um coração que nasceu para a maternidade. E tomara que esse dia chegue logo... O dia que nossos filhos vão poder dizer o mesmo da mamãe deles...

É isso minha gente. Apoio é fundamental, ainda mais de quem amamos. Porque é ele que nos dá forças para acreditar em nós mesmos!

Selinhos, promoção, carinho e sonhos!

Esse mundo virtual está cada vez mais interessante! Tenho me divertido, me emocionado, aprendido... um montão de coisas com as noivinhas querida que tem o mesmo sonho que eu. São histórias lindas, encantadoras... uma mais que a outra. E a troca de experiências é muito gostosa. A promoção que lançamos no sábado tem nos feito conhecer outros blogs, e isso tem sido maravilhoso.

Hoje eu vim aqui, primeiramente, pra agradecer todos aqueles que estão sonhando conosco, que nos visitam, que comentam, que torcem por nós... Vocês todos são o combustível que precisamos quando o medo bate na portinha do coração. Vocês são muito importante, viram? Não deixem de nos ajudar a sonhar!!!

Quero também agradecer duas blogueiras fofas que nos deram selinhos!! (Essa história de selinho é muito bonitinha!!!) A primeira delas é a Reginita do blog "Entre Mafalda e Susanita" que nos deu esse selinho aqui:


A outra é uma nova integrante do nosso cantinho, a Patrícia, do blog "Doces Sonhos da Paty". Uma sonhadora como nós que tem um cantinho encantador!!! Ela nos deu esse selinho aqui:


Lindos, não?

A ideia dos selinhos é, como já contei em um post anterior, distribuí-los entre as blogueiras noivinhas. Mas, como vocês já podem ter percebido, eu e meu querido pré-noivo adoramos inovar! *-* Como os selinhos que ganhamos das meninas eu já vi em vários cantinhos (porque as noivinhas já são todas amigas... hahaha), vamos começar a colocar o nosso para circular por aí. O que acham??? 

No fim da tarde eu venho aqui para contar como vai ser. Enquanto isso, quem ainda não está participando, venha fazer parte da nossa promoção!!!

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Um Desenho de Deus... O amor que pedi e Ele me deu!

Quando paro para pensar no jeito como Deus faz as coisas, eu vejo como sou bobo em tentar convencê-lo que as minhas ideias, e por conseguinte, meu jeito, é melhor do que o dele. Quando paro e percebo que a história minha e da Bru é perfeita, eu vejo que ela é verdadeiramente perfeita, não pela ausência de barreiras, mas pela forma com que as barreiras aparecem e vamos superando.

Apesar de meu coração estar apertado, hoje eu queria contar pra vocês um fato que há muito tempo tenho vontade de contar, mas que fui deixando para o dia mais propício. É uma coisinha boa. Vamos lá?

Quando eu era menorzinho, (até porque pequeno ainda sou : P) eu sempre ficava pensando em como seria no dia em que eu tivesse uma namorada. Claro, o tempo vai passando, a gente vai aprendendo as malícias da vida, mas chega uma hora que alguns (e faço parte destes alguns) sentem um verdadeiro dilema em assumir que estão namorando ou gostando de alguém.

Um belo dia, me apaixonei por uma mulher incrível, de olhos verdes maravilhosos... E um sorriso encantador...

Que essa história está indo bem, nem preciso dizer. Que finalmente a mulher de olhos claros, que tanto sonhei e pedi pra Deus, aceitou viver comigo essa bela aventura... Também nem preciso dizer... O que eu preciso dizer esta noite, e que está entaladinho aqui na minha garganta é uma frase bem simples, bem conhecida de todos, e que "os de fora" entendem como 'apaixonite':

EU AMO VOCÊ, BRUNA! VOCÊ ME FAZ MUITO FELIZ POR ESTAR COMIGO!



É isso gente. Hoje, quando paro pra pensar nas coisas que acontecem, por conta do amor que vivo (e do jeito que vivo!) eu percebo que amar é uma aventura que deve ser vivida e encarada como única, e que cada minuto que podemos estar saboreando o amor... É um minuto a mais que ganhamos de vida!

Bem, bem... É um pouco tarde... Queria escrever um poquito mais...




Porque não?! : P

Hoje eu queria ainda escrever e deixar registrado aqui o tamanho do meu orgulho pela Bru. Ela com seu jeitinho meigo e carinhoso fez desse blog, um espaço maravilhoso para falarmos do amor. Ela é incrível, a Bru é um raio de sol! Sim, acho que essa frase é a que melhor define a Bru! Onde ela chega, ela atrai todas as coisas boas!

Hoje pude sentir de modo ainda mais intenso o quanto a pele dela é suave, o quanto o abraço dela é completo, é aconchegante... Apaixonados de plantão, façam esta experiência: sintam a textura da pele de suas namoradas... Percebam as curvas que fazem as dobras dos dedos e o perfume que sai delas quando vocês as tocam com amor... Desenhem de levinho as mãos e o rosto de seus amores... Percebam que cada músculo, cada curva... Cada detalhe que compõe as mãos e o rosto vão comunicar algo que apenas o coração pode decifrar...

Gosto de pensar nisso, aumenta a saudade, mas diminui um pouco a distância que sinto nessas horas, quando não a tenho (ainda) aqui pertinho...


Amanhã eu volto!!! Comentem, participem da nossa promoção!!!!

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Como seguir nosso blog

Porque o nosso blog também é fonte de descobertas no campo da informática (hahaha), vamos mostrar como fazer para nos seguir e, assim, fazer parte da promoção da caneca mais linda da blogosfera!!!

Lá no finzinho da página vocês vão encontrar esse quadro e, lá, vão clicar em seguir. Poderão escolher se querem seguir pela conta do Google, do Twitter e mais sei lá o que... hehehe. É bem fácil!

Não esqueçam que para participarem de sorteio é preciso:
  1. Comentar no post em que lançamos (esse aqui)
  2. Seguir o nosso blog
  3. Divulgar o blog e a promoção
  4. Sonhar muito e amar sempre!!!
Lembrem de, quando cumpridos os requisitos, deixarem um comentário com o nome completo e email, para enviarmos o número para o sorteio.
Estamos na torcida por todos vocês... e duplamente ansiosos pelo próximo dia 07!!!

Boa noite, queridos! Até amanhã!

Uma madrinha 100 comentários!

Pode parecer clichê, mas dizer que temos uma madrinha sem comentários é a mais pura verdade.

Hoje iniciaremos uma nova série de posts para contar aos nossos amigos leitores, um pouquinho mais sobre aqueles que fazem parte dessa história de forma concreta. Vamos escrever aqui sobre aqueles que são pedacinhos desse mundo de sonho que é cada vez mais real.

Escolhemos alguém muito especial para ser o personagem desse primeiro post e a escolha se deu em razão de ela ser nossa top comentarista, que juntamente com a comemoração da 100ª postagem, publicou seu 100º comentário. Não é lindo?

Estou falando da nossa pré-madrinha Adeline!!!!

Já falamos bastante dela por aqui, afinal, está cada vez mais pertinho de nós, ainda que fisicamente longe, mas nunca é demais escrever sobre pessoas como ela.

A Ade é amiga do pré-noivo há bastante tempo, e o conheceu numa época em que ele nem fazia ideia de que ia namorar, muito menos de ia namorar com essa que vos fala. =D

E eu sempre "conheci" a Ade de "ouvir falar". Lembro que meus amigos sempre contavam sobre ela e passei a admirá-la, mesmo sem ter conversado com ela. Acompanhava seu orkut, via sua fotos e sempre lia seu perfil. E ficava encantada com o seu "jeito virtual" que corresponde perfeitamente ao que ela é. De tudo, o mais marcante foi a frase que vi quando ela noticiou sua gravidez no orkut: "ESPOSA E MÃE. NECESSARIAMENTE NESSA ORDEM."

Foi depois de alguns meses que começamos a conversar e, sim, foi amor à primeira vista. Eu sabia que ela seria minha amiga e que seria especial pra mim tanto quanto era para o meu amor. E foi assim: a Ade virou uma das minhas melhores amigas. E podemos dizer que a escolha para ser NOSSA madrinha de casamento foi uma das primeiras que fizemos.

A Ade é para nós, exemplo de esposa, de mãe, de filha, de amiga e, bem mais que tudo isso, é exemplo de cristã. E aqui não falo de uma cristã chata que faz tudo certo sempre. Falo de uma cristã que admite que não é fácil, que sabe perceber que pode cair, que reconhece quando não acerta. Uma cristã que sabe te puxar a orelha com carinho e caridade e que te diz que Deus te ama, mesmo sem dizer.

Ela é nossa madrinha!!! E sabemos que já assumiu esse papel na prática. Ela está conosco em todos os momentos e, principalmente, está rezando por nós.

A Ade é nossa amiga, irmã, madrinha... É alguém de quem falamos todos os dias e não só uma vez, porque é muito bom lembrar do seu carinho. A Ade é alguém que enche nosso coração de saudade, mas que nos fez descobrir que não precisamos de motivos para darmos um "pulinho" em Curitiba para visitarmos sua família encantadora.

Esperamos que com esse post, nossos leitores possam "conhecer" um pouquinho dessa madrinha queridíssima, que amamos demais e temos muito orgulho de dizer que somos seus amigos.

Ade, nossa querida, nós amamos muito você! 
Obrigada por estar conosco... Se Deus quiser, estará "até pra sempre"! ♥

***

* Segunda-feira voltamos para escrever sobre mais alguém... Quem será???
** Não esqueçam da promoção, hein?? Logo logo estamos aqui de volta! =D

sábado, 21 de agosto de 2010

Um presente pra você

Que alegria!!! Chegamos na postagem número 100! Que delícia, não?

Nosso blog está cada dia mais cheio de sonhos. E é muito bom saber que temos pessoas que acompanham nossa história, fazendo parte dela por meio dos comentários, recadinhos, emails. É delicioso ler cada frase escrita por nossos leitores, porque elas nos motivam a continuarmos ligados nesse espaço que é de todos nós.

No começo, ainda não sabíamos muito bem qual era a repercussão que nosso blog teria. Mas com o passar dos dias, fomos percebendo que mais e mais pessoas sonham como a gente, e mais do que isso: encantaram-se com uma história tão nossa, que agora é de todos, cujo capítulo importante, nosso casamento, aproxima-se cada vez mais!

Para celebrar nossa alegria – que é imensa – e agradecer nossos amigos leitores pelo carinho, o incentivo, as palavras, é que queremos hoje presentear alguém. Como não podemos presentear todos e não sabemos escolher um só, resolvemos usar a idéia de outros blogueiros e lançar uma espécie de promoção aqui também.

O presente, que escolhemos com muito carinho, vai ser uma caneca (ou um par delas) como a que a pré-noiva ganhou no dia dos namorados. Ela será personalizada!!! Se o ganhador do sorteio for solteiro, ganhará uma caneca com o seu nome; caso seja namorado, noivo, casado, ganhará um par de canecas com o nome do casal. O que acham?

Vai funcionar assim: para ganhar um número para o sorteio, o leitor precisa cumprir alguns passos. O primeiro deles é divulgar nosso blog (e, por conseqüência, a promoção): aqueles que tem blog fica fácil, é só nos mandar o link da postagem; os que não tem, podem usar qualquer outro meio pra isso (orkut, MSN, facebook...) e é só nos mandar um print da tela em que divulgou nosso cantinho. Outro passo é seguir nosso blog; já temos algumas pessoas seguindo, mas queremos poder contar com todos vocês lá. E, por fim, o último passo é continuar acreditando que amar vale a pena e sonhar conosco!!!!!!!!

Os que quiserem participar, comentem nesse post deixando seu email e nome completo para entrarmos em contato para enviar o número do sorteio.

Agora... adivinham quando vamos fazer o sorteio??? Uma dica: é no nosso próximo aniversário!!

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Amo porque amo, amo para amar

Hoje amanheceu um dia frio... Mas os dias frios irradiam uma luz diferente, criam um outro ambiente cheio de uma beleza única, típica desta época. Eu sempre achei o clima do sul do Brasil perfeito. Perfeito como o amor.

Esta é a postagem de número 99, e meu coração pediu para que eu a escrevesse. Na postagem 100 vai ter uma novidade, portanto, fiquem atentos! Não deixem de vir aqui nos visitar! Aproveito também para agradecer o carinho de todos os nossos amigos! Vocês são incríveis!

Mas eu queria escrever um pouco sobre uma definição linda de amor que encontrei esta manhã. Passei esta noite preocupado e pensando na Bru, porque a deixei ontem doentinha, e estou ansioso por saber como ela amanheceu hoje (se Deus quiser melhor!). E Deus, como sempre está perto de nós, me ajudou me mostrando por meio das palavras de São Bernardo, a melhor definição de amor.

"O amor basta-se a si mesmo, em si e por sua causa encontra satisfação. É seu mérito, seu próprio prêmio. Além de si mesmo, o amor não exige motivo nem fruto. Seu fruto é o próprio ato de amar. Amo porque amo, amo para amar."
 São Bernardo escreveu isso no século XII, e hoje em pleno século XXI, um sujeito ousou parafraseá-lo para falar de sua aventura pessoal de amar. Acredito que assim como todos, antes de descobrir o amor, sempre temos uma impressão romantizada do amor, achamos que ele é um sentimento que nos deixa meio abobados. De repente seja, talvez. Mas a Bru me ensinou nesses anos todos, e me deu a oportunidade de experimentar na prática, que o amor é antes de tudo uma atitude... Uma bela atitude que tomamos e nos conduz a um caminho, por vezes sinuoso, mas que cujo destino é definitivamente a alegria total. Eu faço tudo pelo meu amor... E sem saber, acabei descobrindo que este "fazer tudo" é o próprio fruto do ato de amar. Quem ama, pensa no bem do outro, e este "pensar no bem" nos faz sentir algo bom e delicioso dentro de nosso coração. Nos dá paz e nos dá a certeza e a vontade de seguir na mesma estrada.

Amar é um traço divino que Deus pincelou no nosso íntimo. É a prova cabal de que existe alguém, que nos criou e nos fez para o amor. O amor não é apenas um "eu te amo" repetido milhões de vezes: é um olhar, é um carinho, é um cafuné dado em momento de nervosismo... É segurar firme a mão de nosso amor, quando ele precisa da nossa energia para seguir em frente... Amar é muito mais do que uma simples troca de células, ou muito mais do que um relação sexual. O amor é a jóia que nos faz ser valiosos para o outro.

A Bru tem sido para mim uma maravilhosa experiência de amar. Já disse isso aqui e repito: Ame, não perca tempo! Viva o amor na intensidade que ele pede! A Bru e eu temos problemas como todos, nem maiores, nem menores, mas apenas iguais aos de todo mundo. Mas no meio dos problemas, das lágrimas e do suor que escorre de nossa alma quando tudo parece injusto e perdido, encontramos no amor que sentimos, a consolação necessária para respirar, e seguir em frente!

Quero dedicar esta postagem à mulher que entrou na minha vida, fez uma verdadeira revolução e a colocou no rumo certo! Não existe vida sem o amor, e para mim, não existe vida sem a Bru Bloinski!

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Queridos leitores...

Não fujam queridos leitores!! Estamos aqui, loucos para dividir com vocês as últimas coisinhas boas que vivemos em nosso sonho!!!

Estes últimos dias tem sido difícil escrever para vocês, mas aqui estou eu de volta! Como a Bru contou, agora estou estagiando, e isso tem sido algo muito bom!! Ela disse tudo! Ela sempre diz!

A nossa Bru está espirrandinho pra caramba, e confesso que eu fico muito preocupado com isso... Sabem como é, é duro ver o amorzinho da gente com a pilhazinha meio fraca... Mas prometo que vou cuidar dela e fazer todo agrado do mundo pra vê-la bem o quanto antes!

Deixa eu contar pra vocês o tamanho do meu orgulho por ela ter sido aprovada no Exame da OAB: gente, ela é demais... Eu fiquei do ladinho dela, ansioso pelo resultado (sai, não sai...) e quando saiu, foi tão gostoso poder comemorar com ela esse momento lindo e tão importante pra carreira dela! Sério, não é por ser minha namorada... Mas ela faz tudo com 100% de amor e dedicação... E eu gosto de valorizar isto, porque acredito que profissionais bem sucedidos somente chegam lá porque se dedicam e amam o que fazem! E ela se dedicou tanto, estudou, rezou, acreditou... E quando a gente faz a nossa parte, Deus nos dá de presente a parte dele! E viva a Bru! Agora ela está às portas de ser uma advogada-ada!!

Agradeço a todos que ajudaram a Bru a continuar acreditando que passaria neste exame... Foi bem importante o apoio dos nossos queridos e fanáticos leitores... A Bru e eu agradecemos de coração tudo o que vocês deixam escrito aqui, o carinho e a presença de vocês, mesmo o que não conhecemos pessoalmente. Quem sabe a gente não marca um encontro de noivos e pré-noivos blogueiros???

Amanhã eu volto pessoal!! Continuem sonhando com a gente!

[na foto, nós e nossas daminhas lindas, perfeitas e muito amadas - legenda pela pré-noiva, afinal, o pré-noivo esqueceu desse detalhe... hehe]

Meu estagiário preferido

Amigos, acho que ainda não contamos uma novidade ótima pra vocês. É por isso que estou aqui hoje.

Como a maioria de vocês já sabem, meu namorado está fazendo o curso de Produção Publicitária, mas já faz um tempinho que atua na área. Ele é um excelente profissional e estou dizendo isso sem os olhos apaixonados dessa namorada aqui. Mas ele busca ser diferente e, por meio desse diferencial, vai conquistando seu espaço aos pouquinhos. As vezes falta um pouquinho de iniciativa aqui, uma pitada de organização ali, mas a cada dia ele é melhor, o que o torna um profissional que eu admiro.

Eu acompanho os trabalhos dele e admiro a forma como ele conduz cada uma. Acho que colocar sentimento na arte é algo que poucos conseguem, mas os que conseguem fazem do trabalho algo encantador. O meu amor está cada vez mais nesse caminho, capaz de transformar - por exemplo - uma foto de fachada de uma oficina, em um postal lindo e cheio de cores.

Eu me orgulho de namorar alguém assim, sempre disposto a aprender, descobrir, ser melhor. Me orgulho de namorar um publicitário que cada dia mais conquista seu espaço.

Acho que querem saber a novidade, né? Então: o outro blogueiro desse cantinho está trabalhando!!! Depois de algum tempo afastado dessa rotina de trabalho fixo, ele começou - nessa semana - a trabalhar na Agência Experimental da sua faculdade e, a namorada mais orgulhosa do mundo, está radiante por ter um namorado estagiário.

Desejo ao meu amor todo o sucesso do mundo. Eu sei que ele chegará longe, porque quem tem Deus à frente de todo projeto, encontra o caminho certo.


PS: aproveito para pedir desculpas pela ausência. O namorado está sem internet ainda e euzinha estive meio adoentada nos últimos dias. Mas agora, o blog volta com todo vapor, afinal, a centésima postagem será o lançamento de uma promoção. Que tal?

PS 2: a madrinha Ade fez uma comunidade no orkut pra mim! *-* Quem quiser, entra lá http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=105470587

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Amor que vem de Deus

Olá, amigos!!! Saudades do nosso cantinho! Desculpem-nos a ausência, mas estivemos passeando no fim de semana! =D

Fomos visitar nossos padrinhos e nossas daminhas lindos e amados lá em Curitiba  (comemorar o aniversário da Clarinha!!) e, como não podia ser diferente, tivemos um final de semana incrível!!! Voltamos sempre com gostinho de "quero mais" e já no meio do caminho de volta, o coração aperta de saudade!

Estou feliz, muito feliz!! Passei no exame da OAB e, como vocês sabem, é algo imensamente importante pra mim. O meu amor também está começando hoje um novo trabalho e, graças a Deus, é algo que ele ama fazer. Nossas conquistas chegaram ao mesmo tempo, porque mais uma vez Deus nos coloca em sintonia.

Ontem vivemos uma situação bem complicada, mas nela também senti que Deus me ama! Tenho uma mãe maravilhoso, amigos queridos, amijas perfeitas... e tenho dois garotos que me amam e me defendem, que não tem medo de matar o bicho papão pra mim: meu irmão e meu amor.

Hoje quero dedicar todo meu carinho a eles que ontem me deram a mão quando o mundo parecia ter desabado. Eu os amo imensamente e sei que quando eles estão comigo nada de ruim vai acontecer. Sou muito feliz por tê-los ao meu lado e um dos 1.OO1 motivos pelos quais agradeço hoje é receber deles esse amor!

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

A pré-noiva é pré-advogada!

EU PASSEI, AMIGOS!!!
Eu passei! Não acredito ainda! Mas já sou quase advogada, só me falta terminar o curso!
O que importa é ver meu nominho aqui:


A alegria é sem tamanho e precisei vir compartilhar com vocês!

Eu vou lá matar o bichão

Estou ao lado da Bru nessa semana de muita ansiedade, nervosismo, stress... E olha, é de apertar o coração você saber que a única coisa que pode curar esse apertozinho no coração dela, é o resultado da OAB. Isso me lembra quando a gente fala para uma criança: Eu vou lá e vou bater no bichão pro bebê não chorar! E olha minha gente... Se eu pudesse e soubesse que isso curaria o coração da minha Bru, certamente eu ia lá matar o bichão...

Mas nessas horas eu vejo o quanto essas coisinhas nos unem... É claro que a gente sempre quer que nosso amor esteja bem, disposto, animado, a contar piadas e rir do nada sempre... Mas tem horas que nosso denguinho tá mais quietinho, não quer tanto afago e como ela mesmo escreveu na postagem abaixo, é um momento que a gente não quer nada mesmo... Eu sou ultra-mega-hiper melado e pegajoso. Gosto de estar o tempo todo grudado (até porque, já descobri que enquanto homem só, sou um desastre) porque realmente incorporei a Bru às funções vitais do meu organismo. Fanatismo, talvez, sei lá. Houve tempos que eu buscaria uma explicação racional e perfeitamente conexa para isso. Mas o amor me fez um ser meio que inconsequente, no bom sentido. Ou seja: nem perco tempo tentando entender. Vivo o que a vida me pede para viver. E só.

Hoje, é o dia D. Continuo acreditando que a Bru, a partir de hoje é advogada sim. Eu tenho fé que Deus não volta atrás nas suas promessas. Ontem, ao sair da casa dela, eu disse: "Hoje é o último dia que eu me despeço de uma acadêmica. Amanhã, será o primeiro dia que darei um beijo em uma advogada"


E aí galera que acompanha o blog: vamos todos manifestar pra Bru o quanto nós acreditamos nela? Vocês me ajudam?!

ps: Dona Temis, a senhora pode emprestar a sua espada? Preciso ir lá matar um bichão chamado Exame de Ordem... 

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

A pré-noiva mais ansiosa do mundo tentando escrever

Pessoal, estou quase morrendo de ansiedade. Já comi tanto chocolate que perdi as contas. Não posso ver doce que estou atacando. E parece que os dias estão demorando a passar. E, dessa vez, não é por causa do casamento.

Amanhã sai o resultado do Exame da Ordem. Surgiram boatos de que sairia no começo da semana, mas nada. Não aguento mais a expectativa, o medo, a esperança e a falta dela. Parece que estou perto de conseguir alcançar um objetivo muito importante, mas também, ao mesmo tempo, parece que não vou conseguir. É muito desesperadora essa espera. 

Estou mau-humorada, sem paciência, morrendo de dor de cabeça hoje... Sabe aquele dia em que você não quer nem muito beijo ou abraço?!

Mas no meio de tudo isso eu tenho um namorado maravilhoso que até isso entende. Ele sabe quando não estou bem e me entende. Hoje almoçamos juntos e ele não ficou bravo quando eu pedi pra ele não ficar muito pertinho. Não é um fofo?

O Jorge é meu maior incentivador. Torce comigo e por mim; acredita em mim e, principalmente, está sempre me mostrando que eu posso conseguir e vou, se for essa a vontade de Deus.

Esse post, meio sem razão (confesso que não estou no meu melhor dia com as palavras), vou destinar ao meu amor. Quero agradecer por todo apoio, incentivo, orações, colo... Agradecer porque está comigo e me segura quando minhas bases não estão firmes (hoje, literalmente, já que as pernas estão bambas de ansiedade).

Te amo, melhor namorado do mundo... 

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Uma estrelinha

Um namorado escreve para a namorada. Seu coração pensa nela o tempo todo, em cada letra... Minha cartinha destes 2 anos é uma história. A história de um Céu que um dia se apaixonou por uma estrela...
***

Há quem jure que seria um amor impossível. Mas se nesta afirmação houvesse alguma gota de verdade, esta história não se daria.
Há muito, muito tempo atrás quando tudo ainda era escuro, uma genial ideia teve O Criador de todas as coisas. Ele olhava a imensidão do universo, e sentia que alguma coisinha estava faltando.  Reuniu-se com as pessoas sábias e tomou uma decisão: dividir o mar.
“Mas como isto é possível?” – diziam uns... “Não, isso não!” diziam outros...
O fato é que O Criador já havia concebido tudo em seu coração e assim seria. Levantou-se, caminhou até o mar, e no meio da escuridão fez brotar uma luz imensa. E o mar se dividiu e sobre ele agora havia uma abóbada negra, que ele chamou de céu. Ele viu que era bom. Sentiu-se contente.
Aquela abóbada negra era apenas iluminada pelos raios do Criador quando este sentava-se na beira do mar para admirar o que criara. Ele sentia que era necessário sua criação receber luz de outras fontes, ser iluminada o tempo todo. Da alegria do criador e de um beijo carinhoso em seu céu, nasceram as estrelas. Milhões, milhões...
Agora sim – pensou Ele – posso admirar esta obra como ela de fato deve ser. Preenchida com as belas cores brotadas do brilho de cada estrela.
Uma bela noite, o Céu estava cochilando, quando ouviu uma estrelinha espirrar. Ele estranhou, porque geralmente as estrelas estavam sempre cochichando entre si, e não o deixavam dormir. Mas aquela estrela pequenina espirrou, e o Céu foi perguntar para ela o que estava acontecendo.
-As estrelas cadentes espirram, senhor Céu.
-Não pode ser! Vocês falam o tempo todo!
-Você não entendeu. Eu sou uma estrela cadente. Nós espirramos, porque assim somos.
O Céu ficou intrigado. Como poderia uma estrela espirrar? Poeira no universo? Talvez. Mas ele decidiu perguntar à pequenina estrela de onde ela veio. Brilhando como nunca, a pequena apenas disse:
-As estrelas cadentes apenas servem para fazer as pessoas sonhar.
-E como vocês conseguem isso?
-Toda vez que passeamos pelo céu, alguém nos vê e faz um pedido. Nós não podemos atender, porque somos estrelas e criaturas... Mas Deus pode. O que fazemos é lembrar às pessoas que é preciso sonhar, para acreditar que a felicidade existe.
- E a felicidade existe, estrelinha?
-Sim, ela existe. Ela é a minha matéria prima.
O Céu começou a ficar triste. Percebeu que não era feliz, que ele tomava todo o espaço, servia de cenário para muitas coisas... Milhões de anos se passaram, muitas e muitas conversas com a estrelinha... Até que um dia ele se arriscou a perguntar:
-Mesmo eu consigo sonhar?
-Mesmo você!
-Eu quero sonhar!
A estrelinha pegou na mão do céu, e juntos foram passear. Foram até a beira do mar, sentaram-se e olharam para cima:
-Está vendo alguma coisa? – disse a estrelinha.
-Não vejo nada. Está tudo escuro!
-É porque você não está lá, seu bobo. Quando você não está, nós não podemos trabalhar, porque dependemos de você, da Lua... Muitas pessoas sentam-se para olhar o céu, porque ele é infinito... E em você eu posso andar para lá e para cá, e fazer as pessoas sonhar!
O Céu ficou comovido porque se dava conta do tamanho de sua importância... Mas, sentia uma outra coisinha, uma pontinha que pinicava...
-Não sei como vou lhe dizer isso, estrela... Mas estou apaixonado por você!
-Senhor Céu! Está confundindo as coisas! Na verdade estou lhe fazendo sonhar!
Talvez até pudesse ser. Mas quem iria convencer o Céu? Deus, talvez. Os dois ficaram em silêncio um pouco. A estrela desconversou e disse que precisava ir.
Os dias passaram. As noites. Os séculos. Mas o amor do Céu pela Estrela não passava. Ele até já tinha tentado se convencer que estava sonhando porque havia conversado com uma estrela cadente. Até conversou com outras, mas nenhuma tinha o brilho daquela pequena estrelinha.
O Céu andava muito inquieto, muito ansioso porque o espirro daquela pequena estrelinha tinha deixado para sempre, uma marca profunda em seu coração. Até que um dia ele foi falar com Deus...
-Diga Céu. Sente aí. Quer café?
-Não Deus. Obrigado. Preciso falar-lhe.
-Diga filho.
-Há muitos séculos estou apaixonado pela Estrela Cadente. Que faço? Eu posso amá-la? É certo? Será que ela me ama? Será que seremos felizes?
Deus calmamente coçou sua barba, ajeitou a sua túnica e disse, olhando no fundo dos olhos do Céu:
-Querido filho. O tempo é algo dos humanos, mas serve para ti também. Espere. Nada se perde esperando um pouco. As coisas quando precisam acontecer, acontecem segundo sua ordem natural. Nada está fora do meu controle, e tudo caminha para a felicidade de cada um dos que criei. Quando te separei do mar, é porque já tinha para ti um projeto, e não tente apressar as coisas! Acerte o seu relógio com o meu e você terá as respostas que busca. Volte para o seu lugar. É hora de agir.
O céu não entendeu nada. Mas foi embora. No caminho, encontrou a Estrela Cadente. Trazia um sorriso nos olhos. Ficaram se olhando um tempão. A Estrela lhe abraçou e disse:
-Há muito tempo te amo, Céu. Esqueci que além de fazer os outros sonhar, eu também sonho! Mas quem me faz sonhar é você! Porque eu só sou estrela cadente, quando passeio no Céu! Quando você não está, eu não existo!
-...E quando você não brilha, eu não encanto os olhos de quem me vê...
Um Céu apaixonado por uma estrela. Dizem que eles se casaram, não se sabe ao certo. Mas toda vez que alguém vê uma estrela cadente, muitos juram que do ladinho dá pra ver outra luz... E um Céu sorrindo, orgulhoso, porque o seu amor é capaz de fazer todos sonhar, inclusive ele...
***
É muito bom ter você como inspiração dos meus sonhos e histórias. É muito bom olhar você e sonhar...

Esta história foi originalmente escrita por ocasião do nosso segundo aniversário de namoro que celebramos no dia 07 de novembro do ano passado. Junto com o presente, entreguei uma cartinha em que escrevi este texto. Lembro-me bem da carinha de felicidade que ela fez quando leu... Não vejo a hora de celebrarmos o terceiro ano...

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Oração dos namorados

Senhor, pelos caminhos da vida a gente se encontrou. 
Nossos olhares se cruzaram e gostamos um do outro. 
E começamos a andar juntos embalados pelo amor.
E agora, namorados, precisamos de tuas luzes e proteção.
Precisamos nos libertar do egoísmo para não pensarmos apenas em nós. 
Precisamos sempre falar a verdade, ser sinceros um com o outro e com todos. 
Precisamos desde agora saber perdoar e não deixar que o orgulho nos deixe teimosos em nossos defeitos e fraquezas. Que nosso olhar seja sempre límpido e transparente e a malícia do pecado não manche o nosso relacionamento e nossa pureza. 
Para isso, ajuda-nos a respeitar nosso corpo sem usá-lo apenas para o prazer que não nos enobrece. Que possamos crescer sempre mais no amor, reservando-nos para a união total do matrimônio, respeitando assim a tua lei, Senhor.
Que este tempo de namoro sirva para nos conhecermos bem um ao outro, corrigindo nosso defeitos e valorizando nossas qualidades. 
Que nesse tempo feliz possamos ser como a pedrinha atirada ao rio: 
no começo pontiaguda, pronta para ferir, mas de tanto a água passar sobre ela acaba redondinha e incapaz de ferir. 
Assim queremos ser durante o namoro: gente que se vai conhecendo, aperfeiçoando, modelando ajudados pela tua graça, até o dia que, com tua bênção, seremos unidos por ti para sermos "uma só carne". 
União essa que ninguém poderá desmanchar, pois "o que Deus uniu o homem não separe" no teu amor e com o teu amor. 
Amém

(autoria desconhecida)

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Quando tudo faz lembrar...

É meus amigos... Quando chega esse horário, o peito aperta, o coração fica encolhidinho e a saudade bate aqui... Vi a postagem da Bru, e meu olho se encheu de lágrima, porque do lado de cá não é muito diferente não... A saudade é bem grande...

O que eu acho mais lindo disso tudo, é que os nossos corações se conversam, se interligam... A ponto do meu coração emitir um aviso quando do lado de lá acontece alguma coisinha... Não quero aqui bancar o namorado perfeito e dos sonhos... Que nada... Mas o fato é que meu peito se aperta quando o peito dela está apertado... E fico pensando em coisinhas que posso fazer para devolver-lhe o sorriso.

A Bru e eu conversamos muito, sobre tudo... E sempre buscamos caminhar juntos para a mesma direção. Estamos vivendo uma fase em que partilhamos do nosso tudo e do nosso nada. Não temos vergonha um do outro, sabemos muito bem até onde podemos ir. E sabemos que boa parte do caminho precisamos estar unidos, para encorajar um ao outro a seguir sem vacilar. Não queremos dar receitas nem dicas, cada casal descobre seu ritmo, sua canção e seu compasso.

Aprendi com a Bru que é importante valorizar o outro, reconhecer no outro um traço de bondade e um toque de gentileza. Confesso para vocês que sempre fui muito desligado (e ainda sou!). Mas a Bru me mostrou o quanto é importante estar atento aos indicativos que o outro nos dá... Porque as vezes, ele não quer falar, ou sente que pode incomodar falando que não está bem... Cabe a nós abrir nossos braços num abraço sem tamanho e acolher o nosso amor, que as vezes só quer um peito aberto para repousar...

Nessa noite fria de segunda-feira, aqui em meio a bagunça gerada pela faxina que estou fazendo (que por sinal, aprendi com ela a importância de ser organizado), queria terminar o meu dia, dedicando meu pensamento, meu coração e meu amor para a pessoa mais importante, que um dia será a mamãe dos meus filhos e esposa amada e predileta, pensada por Deus para mim: A Bru, o amor que me conquistou e me trouxe para o planeta dos homens felizes! Eu te amo meu amor!

Saudade...

Houve um tempo em que essa palavra era constante nas minhas frases. A distância causava uma dor sem tamanho e ficar sem a presença dele era algo que me tirava a alegria, me deixava sem vontade de fazer o que quer que fosse.

Imagino que muitos dos nossos leitores - todos, eu acredito - já tenham experimentado a saudade. Seja pela distância ou porque o relacionamento acabou... O coração dói do mesmo jeito.

Hoje, graças a Deus, não "preciso" sentir saudade do meu amor. A saudadinha dura, no máximo, umas 20 horas, afinal, estamos sempre pertinho um do outro. No entanto, continuo experimentando esse sentimento de outros jeitos. Sinto saudade de amigos que moram longe, sinto saudade do meu pai... Mas, ainda que essas doam tanto quanto a outra, a saudade que sentimos da pessoa que amamos é diferente.

Faz poucas horas que meu coração ficou apertadinho. Meu amor, daqui a exatamente um ano, vai viajar pra longe e vai ficar cerca de 15 dias por lá. Ela vai para Madri, onde acontecerá a Jornada Mundial da Juventude. Certamente será um momento único, maravilhoso, inesquecível... ainda mais para ele, que já morou naquele país. Peço que Deus o ajude a fazer essa viagem, peço que Ele providencie tudo o que for preciso pra que ele possa ir, peço que lhe dê a oportunidade de aproveitar todos os momentos.

Mas não vou negar, meus amigos leitores, ainda que soe como algo egoísta, que o coração fica apertadinho só de pensar que ficaremos esses dias sem nos vermos e, provavelmente, sem nos falarmos. Acho que vou reviver o sentido da tal palavrinha sem definição... 

Vim aqui escrever esse post, para dizer quando já estou ansiosa por agosto de 2011, pois é o mês que Deus escolheu para os jovens viverem esse momento maravilhoso, para o Jorge reencontrar a estrelinha que busca seguir e para mim, porque estarei aqui, sentindo saudade, mas rezando pra que Deus esteja com ele em todos os minutos.

domingo, 8 de agosto de 2010

Como é bom estarmos juntos!

Depois de mais este fim de semana, tivemos a certeza de que estarmos juntos é maravilhoso. Sabem como é, as vezes os casais podem acabar se enfadando da companhia um do outro e nós sabemos que a rotina faz isso mesmo.

Não somos um casal que não preza pela rotina, mas de vez em quando sentimos necessidade de nos retirar um pouco dela e inserir pequenas coisinhas que nos aproximam e nos dão oportunidade de pensarmos sobre nossa relação, nossa vida e nossa vocação. Sem falar que ficamos ainda mais amigos.

Foi o que aconteceu neste fim de semana. O namorado escolheu um lugar para levar a namorada descansar. Uma chácara retirada, silenciosa, cheia do sossego que tanto precisávamos.  Chegamos no fim da noite de sábado, ficamos conversando até tarde, trocamos cafuné, beijinho, abraço, colo... E quando o sono chegou pudemos aproveitar uma tranquila noite de sono.

O dia começou com um delicioso café da manhã, no qual pudemos perceber quanto é gostoso começarmos a manhã juntos. Conversamos bastante, rezamos juntos, e ouvimos novamente uma promessa que tem se cumprido em nossas vidas: O que Deus diz, Ele faz!

E com essa certeza contemplamos a natureza, a bela paisagem e principalmente: desfrutamos de uma paz interior indescritível, que nasce da certeza de estar no caminho certo, no caminho que Deus tem pensado para nós.

Nosso dia passou rápido e já estamos em casa, cheios de vontade de viver uma semana e seus combates, desafios, barreiras e tudo o que Deus tem preparado. É uma semana especial, porque juntos esperamos uma resposta importante.

E que Deus nos ajude!

Que tal ganhar um sapuquê?

Passando rapidinho só para divulgar uma promoção bem fofa para as noivinhas blogueiras. É do blog Esperança: o sorteio de um sapuquê!!!
Quem quiser participar, encontra as regrinhas clicando aqui.
Logo logo também teremos presentinhos por aqui!

sábado, 7 de agosto de 2010

Casamento marcado

Hoje eu venho, em nome desse casal azul e apaixonado, contar pra vocês que estamos com o casamento oficialmente marcado. A data já estava escolhida, mas agora ela está reservada para nós. No dia 10 de novembro de 2012 , às 20:30, diremos nosso "sim" na igreja da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, aqui em Ponta Grossa (essa aí da foto).

A igreja tem uma estrutura linda. É pequena, do tamanho perfeito para a cerimônia que sonhamos. Tem sinais  litúrgicos muitos bonitos e já podemos imaginar lindas rosas vermelhas enfeitando aquele corredor. 

Estamos imensamente felizes porque sabemos que, a partir daqui, Deus irá à nossa frente nesses dois anos de preparação, afinal, já mostramos pra Ele que estamos decididos.

Mais um dia 07 chegou!!!

Dia 07! Chegamos em mais um dia em que nossos corações ficam cheios de felicidade porque percebemos que Deus nunca nos abandonou. São dois anos e nove meses de uma história que começou quietinha e hoje, tomou conta de muitos corações que sonham conosco. Queremos comemorar esse dia com vocês, nossos amigos leitores: comemorar o dia que o Senhor escolheu para nós.

Postamos aqui, as fotinhas dessa noite. Um chamego, um jantar, uma sessão de fotos na nossa pracinha e um fim de noite quentinho, no calor do nosso amor.




sexta-feira, 6 de agosto de 2010

A soma das pequenas coisas...

O dia a dia sempre é feito mais das pequenas coisas do que das grandes. E pra falar a verdade, é a soma das pequenas que as tornam grandes também. Por isso acho que amar é sim uma grande coisa.

Eu li aqui em um dos comentários dos nossos leitores (que por sinal são pessoas incríveis e fanáticas pelo nosso blog!) que a rotina é maravilhosa. Que ela coloca ordem nas coisas. Sabem eu concordo plenamente! E sobre ela que eu queria conversar hoje.

Eu e a Bru temos muito claro que a vida não é um conto de fadas, e que amar não é ser 100% do tempo “perfeitos um para o outro.” As vezes conversamos sobre isso, e sobre a impressão que podemos passar. Mas o caso é que no dia a dia, enfrentamos barreiras que nos fazem sempre ter o pé no chão. É como falam os autores de marketing (que não sei até que ponto viveram um grande amor) mas o segredo do “sucesso” (ou neste caso, do amor) é olhar pro alto, mas com os pés no chão.

Ontem a noite, em meio a cálculos, números, tira-daqui-coloca-ali, percebemos que conseguimos nos entender bem num quesito dolorido para muitos casais e pessoas em geral: as finanças. O segredo para conseguirmos nos entender, nos ajudar e enxergar a tão famosa luz no fim do túnel, para nós, é: dar-se as mãos. Deus ajuda, mas não joga pra gente lá do céu. É uma coisa simples, mas se eu posso buscar uma receita pra Bru no médico, ou ir no banco pagar uma conta pra ela, porque não? Amar é dar rosas, dar beijos e abraços... Mas também é dar aquela corridinha pelo nosso amor, que às vezes, ajuda um montão.


Qualquer dia eu escrevo pra vocês aqui, mas eu adoro ir ao mercado com a Bru. Eu sempre gostei de passear no mercado, só por passear (síndrome de garoto que queria comprar o mundo, mas seu cartão não tem limite!) mas adoro levar o carrinho, olhar as verduras, e dar uma espiadinha na seção dos brinquedos (menino nunca cresce!). Faz parte da rotina, mas ir com ela passa a ser um programa de namorados, porque conversamos e brincamos, ficamos imaginando como vai ser quando casarmos... Enfim, uma tarefa muitas vezes chata acaba sendo deliciosa, porque colocamos uma colheradinha de amor e uma pitada de sonho e vualá! É só apreciar sem moderação!

Queria terminar o papinho de hoje (a Bru escreve muito mais do que eu, mas eu também gosto de escrever, tá?) agradecendo o carinho de todos, principalmente dos amigos que postaram nosso selinho em seus blogs! Agradeço os elogios da Lívia em seu blog, e digo que se pudesse ficava vermelhinho... Hehehe!

A todos os amigos que sempre comentam e visitam, obrigado pelo amor e pelo cuidado que vocês tem ao nos visitar! Vocês são presentes de Deus para nós!

Quais são os limites durante o namoro?


Papa João Paulo II,
em 15 de outubro de 1989

A atração que uma pessoa pode sentir por outra é uma experiência por vezes maravilhosa e embriagante. Descobrimos ao mesmo tempo a ternura, a emoção do coração e do corpo quando vemos o outro, no contato com o outro. Este prazer experimentado pela proximidade de alguém, dá o desejo de o viver ainda mais intensamente, de ir mais longe na relação.

Ora, dar-se as mãos, beijar-se, tocar-se já é bastante. Todos estes gestos de ternura, de amor nos comprometem um com o outro. Nenhum é inofensivo, quaisquer que sejam os sentimentos que se vivam. Eis porque é importante dar tempo para se perguntar se os gestos que fazemos têm o mesmo significado para cada um de nós dois. É por amor, por simples prazer, por necessidade de ternura? Estas atitudes não nos comprometem mais do que aquilo que pensamos? Se vivemos todos os gestos do amor e nos damos um ao outro, será que ainda podemos discernir verdadeiramente com clareza quais são os nossos sentimentos?

Para viver da melhor forma esta relação de ternura diferente da que é vivida no casamento, pois o dom total do corpo se fará num compromisso definitivo, estejamos atentos às reações e à sensibilidade do outro. É o momento de aprender o domínio de si mesmo. Podemos ser tentados, sobretudo se já nos conhecemos há muito tempo, a ter gestos mais íntimos: perguntemo-nos se o que nos guia é exprimir a nossa ternura, ou o desejo pelo outro.

Se estamos verdadeiramente atraídos um pelo outro, não será o momento de nos colocarmos a questão do casamento? Quantos casamentos que acabaram mal, não teriam sequer acontecido se o homem e a mulher tivessem tido tempo para se conhecerem um ao outro em toda a liberdade.

Numa sociedade em que os slongans publicitários repetem sem cessar as palavras "instantâneo", imediatamente", e em que queremos ter "tudo e já", vejam bem que é preciso tempo para edificar a relação interpessoal de marido e mulher e que o teste do amor é o compromisso duradouro.

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Minhas amigas casadas...

Aproveitando que hoje é aniversário de casamento da Ade, lembrando que ontem a Kátia colocou as fotos do casamento dela e atendendo aos pedidos da Mariana, vim aqui falar sobre vestidos. Ou, melhor, mostrar vestidos e falar das noivas!

Primeiro vou falar da aniversariante. Ela é linda! Adoro quando dizem que nos parecemos e que parecemos, inclusive, no jeito de ser. Admiro ela demais! E não canso de dizer que ela é modelo pra mim. 

Não estive no casamento dela. Nessa época, ela era amiga do Jorge e eu ainda não a conhecia. Mas acompanhei de longe os detalhes do casamento; meu amor (que na época era seminarista), me contou algumas coisinhas. Um tempo depois eu assisti o DVD do casamento dela (na verdade, não vi tudo porque ele era beeeeeeeeeeeeeeem comprido! hehehe). O detalhe mais interessante: eu sempre quis usar sapatilha no meu casamento. Eu não gosto muito de salto e tal... Ela foi a primeira noiva que eu conheci que usou!!! Hoje ela me conta das escolhas, pesquisas, detalhes da celebração e da festa. Sei que ela vai estar comigo na preparação da minha, afinal, é minha madrinha.

Agora, o vestido dela foi perfeito! Lindo demais! Cauda perfeita, bordados perfeitos! Um modelo que adoro e que acho que caiu muito bem nela. Não acham? Escolhi duas fotos... Semana que vem eu trago mais!

Não disse que ela é linda? ♥

O vestido... Olhem o buquê! Maravilhoso! *-*

Agora vou falar da Kátia! Trabalhamos juntas e lembro quando ela ficou noiva. Toda preocupada, cuidadosa... Preparou tudo do jeito mais lindo e, assim como eu, cheia de antecedência. Ela e o noivo (o Ronaldo) fizeram o convite, as lembrancinhas... que ficaram encantadores, como o casal. 

Uma das coisas mais fofas foi o vídeo do casal. Embalado pelo tema de Shrek, fotos contaram a história dos dois apaixonados. Lindo demais! E também tem os noivinhos do bolo (vou postar foto na seqüência, quando for falar disso). Acho perfeito quando tudo tem a carinha do casal...

A festa estava linda. A noiva, radiante! O vestido dela também foi um sonho e, como não podia ser diferente, refletiu o estilo da noiva. Guardo com carinho aquele dia, afinal, é lindo ver uma amiga casar. E agora ela vai me ajudar no meu!!! Iupiiii!!! 

Não parece uma princesa? ♥

Os bordados deram um ar tão delicado ao vestido... *-*

E, pra finalizar, vou falar da Su. Não podia esquecer dela: a amija que casou. AMIJA? Sim! Na faculdade é assim que nos chamamos... Éramos seis, depois sete... Agora estamos cinco em PG, duas em Brasília.

A Su casou em 2008 com o Tiago e foram morar em Brasília. Apesar de sentir o coração apertado ao ver minha amija indo embora, foi o casamento dos sonhos, cheio de emoção. A Su, sempre muito decidida, preparou tudo como uma mocinha! A festa saiu perfeita, refinada, clássica, bem organizada. A decoração da Igreja em tons de verde e laranja ficou maravilhosa e, a noiva, estava lindíssima, com um sorriso lindo que iluminava todas nós.

Sinto tanta saudade dela, mas sei que ela é feliz e isso é muito bom. Agora, eu ainda não tive a oportunidade de oficializar antes, mas tive a ideia de fazer por aqui: Su, você está convidadíssima a ser minha madrinha!!


Será que a noiva estava feliz? ♥


Amija linda demais! *-*

Às minhas amigas casadas: obrigada por me inspirarem e me fazerem acreditar que vale a pena. Amo vocês três, viu? Tem mais casadas por aí... mas ainda não consegui fotos! Conseguindo eu posto de novo.

Espero que gostem! =D

Aos nossos padrinhos, Ade e Will

Hoje é aniversário de casamento dos nossos padrinhos lindos, queridos, amados: a Ade e o William!

Eles são pessoas muito, muito especiais e quis dedicar esse post a eles, que são exemplos pra mim e para o Jorge.

A Ade já contou aqui como começou a fazer parte da nossa vida e, desde então, nossa história sempre é escrita com uma pinceladinha do carinho e da presença desse casal. Já não sabemos mais ficar longe e acabamos sempre dando um jeitinho de matar a saudade.

Adeline e William são um casal jovem, cheio de amor, fé e alegria. Se esforçam na vivência de um relacionamento cristão e desejam sempre buscar a plenitude desse amor que vem de Deus. Eles tem duas filhinhas lindas demais: a Júlia e a Clara (nossas daminhas tão amadas). E formam uma família encantadora, capaz de iluminar quem está ao seu redor.

Somos muito felizes por termos a oportunidade de tê-los na nossa vida. Mais ainda porque eles aceitarem o convite para serem nossos padrinhos. E, muito mais, porque sei que poderemos contar com eles sempre. São nossos irmãos, amigos, padrinhos... Rezam por nós, torcem por nós, nos aconselham, ajudam sempre! São mais que merecedores da nossa gratidão e do nosso carinho.

Amamos vocês, família Theodoro! 

Que Deus abençoe a união desse casal e que a Família de Nazaré seja sempre seu modelo de vida.

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

O que nunca deixará de ser importante

O tempo passa, o relacionamento vai se tornando algo rotineiro e a vida a dois (seja em 100 ou 80% do tempo juntos) passa a ser sempre do mesmo jeitinho. Não achem que estou falando isso num sentido pejorativo ou achando que é ruim namorar ou casar. Falo de rotina no sentido bom, como dormir, comer, acordar, escrever no blog. É uma rotina ver o seu amado todo dia, abraçá-lo, beijá-lo, sentir seu cheiro, conversar... E é uma rotina também, colocar em prática sentimentos e valores. Sobre isso eu vim escrever hoje.

Faz tempo que eu e o Jorge namoramos. Faz tempo que estamos descobrindo a importância do perdão, da tolerância, da paciência, da compreensão. São valores que garante o relacionamento. Práticas indispensáveis no dia-a-dia, desde as pequenas até as maiores coisas.

No começo, tudo era muito difícil, Um não compreendia o outro e, quando a  gente brigava demorava a ficar bem de novo. O pior era saber que na próxima briga jogaríamos na cara um do outro o motivo da discussão anterior. Não conseguíamos perdoar um ao outro. Discutíamos por coisinhas pequenas, bobas, porque não sabíamos tolerar, entender, ter paciência com os limites um do outro.

Deus nos deu um caminho de pedras e muitos obstáculos. Tivemos que aprender caindo como se faz pra levantar e hoje podemos dizer que estamos aprendendo. A prática do perdão, da compreensão e da paciência é diária. O Jorge sabe que sou explosiva, sabe que tenho personalidade forte e gosto das coisas do meu jeito; e me entende. Sabe que se ele me disser "tudo bem, amor!", eu vou me acalmar e logo ficará tudo bem. Ele sabe que um abraço resolve TUDO, tudo mesmo e que as vezes eu só preciso desabafar. Eu sei que o Jorge é tranquilo e aprendi a ter paciência com o seu jeito calmo de resolver as coisas. Brinco, chamo a atenção dele... mas tudo com carinho, amor e caridade.

O coração ensina e aprende. Só assim a vida a dois pode ser completa. Todos erramos e todos acertamos também! 

E que Deus nos ajude a sempre poder reafirmar que amar vale a pena!

[mais uma foto linda da Anne!]