quarta-feira, 4 de agosto de 2010

O que nunca deixará de ser importante

O tempo passa, o relacionamento vai se tornando algo rotineiro e a vida a dois (seja em 100 ou 80% do tempo juntos) passa a ser sempre do mesmo jeitinho. Não achem que estou falando isso num sentido pejorativo ou achando que é ruim namorar ou casar. Falo de rotina no sentido bom, como dormir, comer, acordar, escrever no blog. É uma rotina ver o seu amado todo dia, abraçá-lo, beijá-lo, sentir seu cheiro, conversar... E é uma rotina também, colocar em prática sentimentos e valores. Sobre isso eu vim escrever hoje.

Faz tempo que eu e o Jorge namoramos. Faz tempo que estamos descobrindo a importância do perdão, da tolerância, da paciência, da compreensão. São valores que garante o relacionamento. Práticas indispensáveis no dia-a-dia, desde as pequenas até as maiores coisas.

No começo, tudo era muito difícil, Um não compreendia o outro e, quando a  gente brigava demorava a ficar bem de novo. O pior era saber que na próxima briga jogaríamos na cara um do outro o motivo da discussão anterior. Não conseguíamos perdoar um ao outro. Discutíamos por coisinhas pequenas, bobas, porque não sabíamos tolerar, entender, ter paciência com os limites um do outro.

Deus nos deu um caminho de pedras e muitos obstáculos. Tivemos que aprender caindo como se faz pra levantar e hoje podemos dizer que estamos aprendendo. A prática do perdão, da compreensão e da paciência é diária. O Jorge sabe que sou explosiva, sabe que tenho personalidade forte e gosto das coisas do meu jeito; e me entende. Sabe que se ele me disser "tudo bem, amor!", eu vou me acalmar e logo ficará tudo bem. Ele sabe que um abraço resolve TUDO, tudo mesmo e que as vezes eu só preciso desabafar. Eu sei que o Jorge é tranquilo e aprendi a ter paciência com o seu jeito calmo de resolver as coisas. Brinco, chamo a atenção dele... mas tudo com carinho, amor e caridade.

O coração ensina e aprende. Só assim a vida a dois pode ser completa. Todos erramos e todos acertamos também! 

E que Deus nos ajude a sempre poder reafirmar que amar vale a pena!

[mais uma foto linda da Anne!]

7 comentários:

Wicky disse...

Graças a Deus hoje, meu amor, podemos viver nosso namoro de forma tranquila e serena... Aprendemos o valor da presença, e lutamos muito para estarmos juntos! Somos grudadinhos,porque houve tempos que não podíamos estar! E hoje, gastamos o nosso tempo em nos declarar e nos amar...

Deus nos ajude! Eu te amo!

Anne disse...

Paciência. Uma coisa que preciso muito! ;D

Valentina disse...

Lindo texto! E cada dia mais também acho que amar vale muito a pena!!

Joice disse...

Eu e o Rodrigo somos parecidos. Acredita que em 6 anos que estamos juntos nunca ficamos 1 dia sequer brigados.

Somos muito tolerantes e pacientes, se algo não está bem sentamos, conversamos e resolvemos pacificamente. Essa é a melhor receita para se viver bem!

Bjs...

Mariana e Álvaro disse...

Bru, Selinho especial pra você no blog! ♥

Andie disse...

Amar vale muito a pena... e eu sou to tipo que amo rotina... amo planos... amo saber onde piso...
Claro que temos varios problemas....
Acho que nunca fui do tipo procura uma paixão... e sim um amor para caminhar comigo!

beijos

Adeline disse...

É!
Eu tb sempre fui hiper-mega-super-master a favor da rotina!
Não é massante não!
É bom... tudo tem que ter rotina, senão vira bagunça...ahaha... e vai aprendendo, com criança tudo eh bem sistemático, quanto mais igual o ritual de todos os dias, mais eles são calmos e dão menos trabalho hehe
Portanto: VIVA A ROTINA!