quinta-feira, 17 de junho de 2010

Quem tem um tesouro...

Vou partilhar com os queridos leitores do nosso blog uma angústia que eu to sentindo desde o começo desta semana. Eu definitivamente, não consigo ficar em paz vendo a Bru triste, ou doente. Até escrevi aqui esta semana sobre o que sinto quando ela não está bem.
Acho que é natural a gente querer ver a pessoinha amada bem, feliz. Mas, a gente sabe que as vezes a bola cai...
A minha angústia é sentir-me impotente diante da tristeza do meu amor. Eu sinto que não há nada que eu possa fazer para amenizar... Não consigo produzir palavras que acalmem ou animem. E isso me angustia. Porque ao final do discurso, acabo tendo a sensação de que poderia ter feito mais e melhor.
Essa semana eu vi a Bru cair de cama, ficar sem voz, ficar sem força... E por último ficar sem ânimo. Não quero me fazer de herói, mas graças a Deus eu me recuperei mais rápido e pude ficar do lado dela, cuidando, estando junto... É pequeno, eu sei... Mas quando a gente tá doente, é tudo que precisamos...
E hoje, nesta quinta-feira, confesso que estou um pouco triste, porque sinto que poderia ter feito mais pela minha namorada. Não li o manual dos pré-noivos, e confesso que se houvesse alguma prova pra obter a permissão de casamento, acho que teria que estudar pra caramba... Mas deixei a Bru em casa, triste, cansada, doente, desanimada. E eu sei que quando a tristeza bate, ela puxa todas as companheiras mais antigas...
Só peço a Deus que me ajude a dizer as palavras certas, a fazer as coisas certas... A estar junto como alguém que impulsiona, não como alguém que segura. A minha esperança é ser alguém que mostra o lado bom das coisas, ser alguém que tem consciência de que: entender bem certinho o que se passa dentro do outro, só sendo o outro mesmo! Peço a Deus que me ajude, a abrir a minha mente, a ser mais atento, a ser mais esperto.
Porque quem tem um tesouro, cuida dele a sete chaves...

3 comentários:

Adeline disse...

É ruim ver quem amamos triste... =/

Bruna Bloinski disse...

Ohhh... Ele cuida bem de mim! Tão bem... E me faz acreditar que tudo passa logo!

Anne disse...

É ruim... muito ruim. Mas sabe... passa, especialmente quando temos pessoas que amamos pertinho e cuidando né? ;) fica bem!