domingo, 27 de junho de 2010

A incrível aventura de amar!

Eu e a Bru tivemos um dia bem animado. Levei ela para dirigir a tarde, e acreditem, minha menininha está dirigindo super bem! Não vejo a hora de já dirigirmos nas vias de movimento, o que eu particularmente acho que não vai demorar muito! Ela é super delicada com o volante, não tenho medo de deixar o carro pra ela não! Orgulho!
Depois, uma voltinha por aí, um sorvete, mão dada, beijo, abraço, ursinho de pelúcia... Coisinhas que gosto de fazer para ela, para demonstrar o grande amor que ela vai construindo e lapidando dia após dia no meu coração. E sobre isso eu gostaria de escrever um pouquinho hoje...
Quando eu era mais jovem (não que eu seja velho) eu me lembro que eu tinha teorias e ideias do que poderia ser o amor... Amar, ser amado, declarar-se, etc...
A Bru me ensinou que o amor é algo que temos que recomeçar todos os dias, mas ao mesmo tempo continuar da parte que paramos no dia anterior. Eu achava, antes, que não... Que amor era conquistar e pronto. Virar a página e ler o próximo capítulo...
Eu espero um dia poder escrever sobre o casamento e viver o amor no casamento. Eu vejo por aí casais de namorados que vivem fantasias e "pseudo-relacionamentos". Vejo pessoas obcecadas por amores já ultrapassados, vejo muitas coisas que de fato não combinam com a experiência de amor que eu tenho.
Confesso que defender este amor é uma etapa que cada dia tenho redescoberto novas formas de fazer... Mas a Bru é craque em ensinar, e doce ao falar: "agora é com você, amor!"
Obrigado Deus, por me dar esta mulher-menina... Esta incrível mocinha que todos os dias me faz por a mão no peito e dizer: COMO É BOM AMAR!

Um comentário:

Bruna Bloinski disse...

O amor só é incrível quando vivemos esse sentimento sem medo! Eu te amo, incrivelmente!