terça-feira, 14 de setembro de 2010

O dia termina, a esperança renasce, o amor continua!

Realmente, não vivemos um conto de fadas. Prova disso é que sentimos confiança em contar para vocês aqui do blog dos problemas que enfrentamos no dia-a-dia. Muitos deles a gente se reserva e prefere deixar quietinho... Mas no fundo todos vocês sabem, e isso nos dá segurança para abrir nosso coração e falar de tudo.

Hoje em dia tá tudo tão banalizado, que amor virou sinônimo de ideal não atingível, ou ainda sentimento de pessoas fracas, para não dizer outra coisa. Mas não, amor é sinônimo de luta.

A Bru me ensinou que o amor não é uma garantia que temos de que a outra pessoa não vai embora nunca da nossa vida. É mais do que isso, é um compromisso e uma missão de lutar dia após dia pelo que sentimos e por quem sentimos. Isso envolve muitas coisas. As vezes, pequenos sacrifícios em nome da pessoa amada, porque se não temos esse cuidado, vamos nos tornando problema, e não refúgio para o nosso amor. Mas só vale sacrifício feito por amor, não como peso!!

A Bru me ensina muito. Eu aprendo com ela todos os dias formas diferentes de expressar, praticar, dizer, fazer, respirar o amor. Não o amor meloso e romântico dos filmes. Mas o amor que vem do coração, que faz você responder e dizer tudo num abraço, que faz você pedir desculpas pro seu amor... Amar é perder os bloqueios que nos fazem tão certinhos. Amar é se jogar na ponte e cair de peito aberto no rio.

Hoje, dei 7 chocolates para ela. Sempre dou chocolate, mas nunca havia dado 7. Acho que amar é isso também, é dar o mesmo presente, as vezes as mesmas flores, mas de um jeito diferente, que pareça a primeira vez. Acho que isso é uma magia. A magia de uma descoberta...

7 comentários:

Anne disse...

Porque fazer da rotina uma redescoberta e ao mesmo tempo ser refúgio é algo maravilhoso que acontece entre casais... porque só assim é possível descobrir o quanto algo pode ser bonito e diferente e ao mesmo tempo ser tão igual... (: Muito amor e muitos chocolates pra você, sempre.

Adeline disse...

Que coisa boooaa... 7 chocolateeeessss!!!!
Ai como é bom comer chocolate hehe...
Bjoos

Bruna Bloinski disse...

Eu nem gosto de chocolates...
Também nem amo o Jorge!
Isso tudo, na mesma proporção em que não sou uma sonhadora nata.

(eu minto as vezes! hahahahaha)

Suhaila Kalik disse...

Meu Deus esse rapaz é um poeta!!! Escreve de um jeito muito belo!! ^^

BjO!
Su

Bruna Bloinski disse...

É, Su! Ele é um poeta mesmo...
Preciso publicar alguns versos dele aqui! =D

Elaine Paiva disse...

Oi, Bruna :)
Vim aqui retribuir a visita e te seguir também.
Seu blog é lindo e estou adorando seus posts.
Um super beijo e estarei sempre por aqui.

Gabi disse...

Jorge, vc deu chocolate pra Bru???
Pq??? Ela nem gosta... Aff! hahaahah
A Bru te ensinou o que todos os homens deveriam saber! Felizmente vc está aprendendo!! ;)
A vida não é fácil, e amar alguém que não sabe te amar é um sofrimento sem fim!
Por isso, cultivem sempre a magia do amor, da paixão, da descoberta!