segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Leitores, convidados, padrinhos... Detalhes importantíssimos!

Uma das coisas que temos colocado na ponta das preocupações é o cuidado com os pequenos detalhes e significados. Isso não é regra, e na verdade, a principal regra que direciona nossos preparativos é nosso coração e toda e qualquer forma que possa demonstrar que cada convidado em nosso casamento é realmente importante.

A nossa história de amor faz com que isso seja realmente importante. Tivemos muitas pedras em nosso caminho, e por um tropeço qualquer poderíamos ter dado ouvido ao que as pessoas diziam e nem estaríamos casando. Porque tivemos todos contra nós, a certa altura. E hoje, para muitos que nos vêem juntos, talvez seja fácil dizer ou desdizer a nosso respeito.

São quase 4 anos de luta, esperança, lágrimas, e muitos, muitos sorrisos. Ainda temos espinhos... Mas qual rosa, por mais bonita que seja, não a tem?

E isso nos faz ter vontade de pensar em escolher bem nossos padrinhos, por exemplo. Poderíamos escolher dois, um só, ou 250. Escolhemos o número exato, de pessoas que realmente tem significado e importância para nós. Pessoas que sabemos que irão rezar, torcer, que irão nos puxar a orelha se preciso for. Pessoas que nos amam. A nós, não importa se todas nos darão presentes caros ou se são pessoas legais e divertidas. Importa-nos seu espírito, seu testemunho. Sua luz.

Cada convidado da lista tem alguma relação/importância na história da Bruna e do Jorge. São pessoas que não estarão lá por mero capricho do destino, ou ainda, por conveniência/parentesco. O que nos liga a essas pessoas é um amor maior, que ultrapassa o limite da consanguinidade, é o amor que Deus tem por seus filhos, que nos coloca em pé de igualdade. Quantos parentes temos, que nem nos são capazes de dizer um bom dia? E faria algum sentido tê-los conosco, apenas por parentesco ou qualquer afetividade sem sentido?

O essencial é invisível aos olhos, e em nossa história, foi importante cada contribuição, cada gesto que nos sinalizou um "vai em frente". Ainda que não dito em palavras. Por isso, iremos de mesa em mesa, no dia de nosso casamento, agradecendo, abraçando, demonstrando o valor que cada pessoa tem para nós. Porque sozinhos não seremos família. Precisamos de todos para sermos uma família de acordo com a vontade de Deus.

Precisamos de pessoas que entendam e apoiem nosso desejo de colocar em prática cada palavra do rito do matrimônio. Que nos ajudem com suas orações e palavras, ou simplesmente com seus sorrisos e abraços.

Precisamos de todos. Precisamos de cada um de vocês.

Precisamos de nossos leitores, que por mais que não estejam presentes ao nosso casamento, compartilham conosco esta história. E que vão ficar aqui com a gente até o dia em que um novo capítulo começar...

3 comentários:

Andresa Vaz disse...

Ain..é isso aew Bru e Jorge.. somente pessoas que querem o seu bem!
=)
Fiz isso e nao me arrependo!
=)

Beijos

Bruna Bloinski disse...

Somente quem sabe o significado de um amor verdadeiro é capaz de sentir a alegria de um casal apaixonado.

Por isso, e só por isso, queremos conosco somente os que desejam a nossa felicidade. Os que a desejam de coração e não da boca pra fora!

Tenho certeza que Deus nos ajudará a celebrar nosso dia da forma mais bonita!

Ray disse...

E com toda a certeza, esses convidados os amam muito !
Afinal, quem não quer ter amigos como esses ?