terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Bem vinda, Letícia!

(Nota do autor: Hoje, a Letícia não é mais nossa afilhada. Mas decidi manter o texto, porque a história, apesar de mudar, permanece e não se apaga.)

Eu tenho apenas 27 anos. Não tenho toda a experiência de vida que gostaria de ter, nem sei de tudo o quanto gostaria de saber. Mas, a cada dia que passa, vou aprendendo que a vida é feita de escolhas, e que cada escolha traz consigo inúmeras coisas boas.

Uma das coisas boas de que gostaria de escrever hoje é uma pessoinha especial que acabou de chegar, e que tem um espacinho especial em nosso coração.

Eu sempre achei (e ainda acho!) que padrinho é uma coisa muito séria. Durante 3 anos eu falava pras pessoas nas palestras que padrinho de batismo não pode ser escolhido simplesmente por amizade ou afinidade. Que a questão é muito mais profunda. E sempre achei que demoraria muito pra ser padrinho, talvez porque precisasse ter um testemunho de vida mais autêntico.

O caso é que Deus sempre pensa diferente da gente. E posso dizer pra vocês que ainda não tenho um testemunho de vida digno da missão escolhida: mas recebemos uma missão muito importante, e ela nasceu ontem!

Os noivos, quem diria, vão ser padrinhos também! E a Letícia, que foi amada e acolhida por nós desde os primeiros instantes da gestação, tomou conta de um espaço muito grande de nossa vida. Hoje, a Letícia nos inspira a ouvir ainda mais a voz de Deus para que possamos um dia dizer a ela que é importante ouvir essa mesma voz!

Foto: Anne Geddes
E é engraçado como Deus faz tudo certo. A Letícia (laetitia, alegria em latim) nasceu um dia após o terceiro domingo do advento, chamado gaudete (alegrar, em latim). Sem falar que nasceu no dia da Imperatriz da América Latina, a Virgem de Guadalupe. Ela vem ao mundo trazendo muito significado para  nós, e com certeza, reafirma a autenticidade da nossa fé, a mesma que somos chamados a ajudar transmití-la (e defendê-la!) ao longo da vida.

Hoje, Céu e Estrela se alegram com a chegada de alguém muito especial! E por isso, abrimos um espacinho aqui para dizer para todos o quanto estamos alegres, com a chegada do Menino Deus, que para nós nasce na pessoinha da Letícia, que traz muitas graças e, porque não dizer, nos traz muita alegria!

3 comentários:

Adeline disse...

É verdade, ela nos trouxe muita alegria! E que Deus nos ajude sempre a manter viva a fé dessa picurruxa, que é a coisa mais gostosa (e gulosa) hehehe... obrigada por td...
Beijos

Bruna Bloinski disse...

Bem vinda, amor da madrinha!
Nossa alegria chegou!! :D O mais lindo presente de Natal que poderíamos receber.
Que Deus nos ajude a sermos bons padrinhos pra você, pequena. E que possamos, ao lado dos seus queridos papais, mostrar que vale a pena acreditar nesse Deus que faz tudo certo.
Amo muito você e sua família linda!

Ray disse...

Mais uma lindinha na família *-* Parabéns Adeline, pela filha. Parabéns Bru, e Jorge, pela afilhada (: